Fevereiro 2020 ~ Umbuzeiro Notícias

Partidos de oposição em Umbuzeiro realizam convenção no dia 30 de julho

Os partidos de oposição em Umbuzeiro, formados pelas Comissões Provisórias Municipais do  PSB, PTC, PRB, PTN, PT do B, PPS e do Diretório M...

Anuncie seu comércio

Anuncie seu comércio

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

CLTR TV

CLIQUE NA IMAGEM OU AQUI PARA LER MAIS TEXTOS

19 de fevereiro de 2020

Flávio Nóbrega deixa o PSB e se filia ao Republicanos para disputar a Prefeitura de Surubim


Ex-prefeito (2.º à esq.) se filiou ao Republicanos na tarde desta terça-feira (18), em Brasília/DF (Foto: Reprodução/ Divulgação)
O ex-prefeito de Surubim, Flávio Nóbrega se filiou ao partido Republicanos (ex-PRB), na tarde desta terça-feira (18), em Brasília (DF). O ato de filiação contou com a presença do presidente nacional da legenda e vice-presidente da Câmara Federal, pastor Marcos Pereira e do presidente estadual do partido, Silvio Costa Filho.
Com a mudança de sigla, Nóbrega confirma os comentários que circulavam há meses na cidade, de que estaria rompido com a prefeita Ana Célia (PSB), cujo vice é o filho dele, Guilherme Nóbrega. Dias atrás, correligionários do ex-prefeito já vinham antecipando para qual partido ele seguiria, com postagens nas redes sociais, de frases como o “Doutor é dez”. Dez é o número do Republicanos.
Para garantir a terceira candidatura a prefeito de Surubim, Flávio Nóbrega procurou um partido que não fosse aliado do PSB. Chegou a conversar com o senador Fernando Bezerra Coelho, do MDB, que faz oposição ao governo do Estado, mas viu o risco de ter a candidatura abortada, já que oficialmente a legenda é da base governista.
Pessoas de confiança de Flávio ainda fazem parte da gestão de Ana Célia, em funções estratégicas. Resta saber agora quando a prefeita vai começar a exoneração dos indicados pelo ex-prefeito ou se eles vão pedir afastamento.
Esta não é a primeira vez que Nóbrega muda de partido. Para disputar a Prefeitura, em 2004, ele saiu do PFL, mesma sigla do então prefeito Humberto Barbosa e migrou para o PT. Em 2016, depois de dois mandatos seguidos e de ter feito o sucessor Túlio Vieira, foi para o PSB, apoiar Ana Célia. Agora sai do PSB para repetir em outubro o embate de 2008 quando disputou e venceu a atual prefeita.
Com o ato de hoje, neste começo de ano, já estão confirmadas três pré-candidaturas:  a da prefeita Ana Célia, a do ex-prefeito Túlio Vieira (Podemos) e a de Flávio Nóbrega.
O recém-filiado agora tem a missão de fortalecer o Republicanos em Surubim, um partido novo na cidade e juntar lideranças em torno de sua candidatura. De início, ele já conta com a ex-candidata a deputada estadual Juliana de Chaparral (Patriotas) como aliada. Ela foi a terceira mais votada no município nas eleições de 2018, conquistando 3.479 votos e avaliava disputar a Prefeitura de Surubim, porém já definiu que será candidata em Casinhas, declarando apoio a Nóbrega.
Até o final desta semana, o ex-prefeito deve ser pronunciar nas emissoras de rádio da região para falar sobre os rumos que tomou e como será a estratégia para filiar lideranças na sua nova sigla.

A melhor eleição dos últimos tempos para prefeito de Surubim será a de 2020

Ao menos em acirramento, a eleição de 2020 para prefeito de Surubim será a melhor dos últimos tempos, de antemão vos digo.


Por quê? Porque a polarização adentrará em quarentena. Salvo 2004, nas últimas 3, 4 décadas a disputa sempre foi monopolizada por 2 candidatos.Agora com Ana Célia (PSB), Túlio Vieira (PODEMOS) e Flávio Nóbrega (Republicanos), a tendência é que isso seja desconstruído. O que é benéfico à democracia.

Por Surubim News

CRAS FOLIA com o Bloco da Melhor Idade abre o Carnaval de Umbuzeiro na noite desta sexta-feira

CRAS FOLIA com o Bloco da Melhor Idade abre o Carnaval de Umbuzeiro na noite desta sexta-feira

18 de fevereiro de 2020

Umbuzeiro: Prefeito Nivaldo Araújo anuncia reajuste de 13% no salário dos professores da rede municipal

Os professores das escolas municipais de Umbuzeiro  vão ter um reajuste salarial de 13%. O aumento foi anunciado pelo prefeito Nivaldo Araújo  (Cidadania)) nesta terça-feira (18), durante entrevista concedida ao Portal Imprensa.

Confira a entrevista na íntegra: 



11 de fevereiro de 2020

Rede de ensino de Umbuzeiro inicia ano letivo

Todas as escolas da rede municipal de ensino de Umbuzeiro, deram inicio ao ano letivo para os alunos, nesta quarta-feira, 05.

Em algumas escolas e na creche Terezinha Pessoa, o acolhimento foi acompanhado pelo prefeito Nivaldo Araújo e a primeira dama e secretária de educação, Lucy Duarte.















Prefeitura de Umbuzeiro realiza reunião com organizadores dos blocos carnavalescos




Hoje pela manhã foi realizada uma reunião com os organizadores de blocos de ruas do carnaval de Umbuzeiro, para organizar melhor horário e local de saída de cada bloco e também foi debatido ideia para melhoria do carnaval de umbuzeiro 2020. Esteve presente o prefeito Nivaldo e a diretora de cultura Ana Márcia.

Fonte: PMU

10 de fevereiro de 2020

Jovem paraibana cata latinhas para pagar tratamento da mãe: ‘única forma que eu achei’


Com apenas 18 anos de idade, Gabriela Paola Santos Cunha não vive uma realidade fácil. Mas as dificuldades não a impedem de sonhar alto. A garota, que mora em Picuí, no Seridó da Paraíba, cata latinhas para sustentar o sonho de se tornar empresária e pagar um tratamento para a doença da mãe.
A mãe de Gabriela, Edneide Cristine Dantas Santos, de 56 anos, é auxiliar de enfermagem e foi diagnosticada com colite crônica. A doença intestinal impede que o organismo dela absorva os nutrientes dos alimentos que come. Ela chegou a pesar 36 kg.
Edneide está afastada do emprego por causa da doença. Ela recebe um benefício pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), mas o dinheiro só é suficiente para bancar as despesas básicas da casa e comprar parte dos remédios que precisa tomar. O tratamento nunca foi feito integralmente.

Desde que soube da doença, Gabriela tenta ajudar nas despesas da casa. Catar latinhas não foi a primeira opção da garota, que é filha única de pais divorciados. Ela procurou emprego em muitos estabelecimentos da cidade. Mas, sem perspectiva de contratação, viu que trabalhar com a reciclagem seria a única alternativa.
Há cerca de um ano, uma empresa de reciclagem foi aberta no município em que ela mora.
“Estavam pegando papelão, garrafa descartável e latinha. Eu vi que o que daria uma renda melhorzinhaseria a latinha”, explicou Gabi.
A jovem coleta o material em bares, espetinhos e festas privadas. Na maioria das vezes, ela trabalha à noite, mas não reclama. O faturamento dela é de, no máximo, R$ 120 por mês.
Gabi, como gosta de ser chamada, também não reclama do preconceito, mesmo sendo magoada por quem discrimina o trabalho que ela desempenha com a reciclagem.
“Tinha mais no começo. Um dia fui pra uma vaquejada com amigos e peguei uma sacola. Um menino olhou e perguntou se eu tava morrendo de fome. Eu olhei e fiquei calada, fui catar o resto das latinhas. Fiquei chateada. Não fazia porque eu tava morrendo de fome, mas eu precisava ajudar em casa”, desabafou.
A dedicação de Gabriela é conhecida pela região. Comerciantes e pessoas que fazem festas em casa costumam reservar o material de entregar nas mãos dela. Alguns deixam até na casa onde ela mora.
As intenções de Gabriela reforçam que há um amor tão forte quanto o de uma mãe para um filho: o de um filho para a mãe.
G1 PB

AS MAIS LIDAS DA SEMANA