Umbuzeiro-PB: Ex-prefeito confessa assassinato do professor Guilherme ~ Umbuzeiro Notícias

WHATSAPP

WHATSAPP
Fatos & Fotos

ELEIÇÕES 2016

CLTR TV

Paraíba com memória

CLIQUE NA IMAGEM OU AQUI PARA LER MAIS TEXTOS

O que achou do site?

EM QUEM VOCÊ VAI VOTAR PARA O CONSELHO TUTELAR DE UMBUZEIRO

OBSERVAÇÃO

Onde se lê: 11 - MARLO leia-se: 11 - MARLON

Partidos de oposição em Umbuzeiro realizam convenção no dia 30 de julho

Os partidos de oposição em Umbuzeiro, formados pelas Comissões Provisórias Municipais do  PSB, PTC, PRB, PTN, PT do B, PPS e do Diretório M...

45e8387f6c6b416e2178552f488f805c.html]

RÁDIO UMBUNET

RÁDIO UMBUNET
Clique e ouça pelo celular

ENQUETE: ELEIÇÕES 2016

21 de junho de 2017

Umbuzeiro-PB: Ex-prefeito confessa assassinato do professor Guilherme


O ex-prefeito de Umbuzeiro, Thiago Pessoa Camelo, se apresentou à Polícia Civil na última terça-feira (20) e confessou ter assassinado o professor e ex-candidato a vereador, Guilherme Barbosa, de 50 anos, no último domingo.
Em contato com o Portal MaisPB, o delegado responsável pelas investigações, Danilo Orengo, afirmou que o acusado justificou o crime por legítima defesa.
“O ex-prefeito disse que teve uma desavença com o professor nesse dia e chegou a entrar em luta corporal. Diante da briga, eles foram separados, mas entraram em atrito novamente. Foi quando o Thiago pegou a arma e atiro contra a vítima”, afirmou.
O acusado prestou depoimento e foi liberado. Ele será indiciado por homicídio qualificado e pode ser condenado  a cumprir de 13 a 30 anos de prisão.
A Polícia Militar informou que a vítima foi assassinada com um tiro na axila direita e encontrada pela esposa.
MaisPB
Fonte:http://www.maispb.com.br/223101/ex-prefeito-confessa-assassinato-de-professor-em-umbuzeiro-mas-nao-fica-preso.html

Artigos Relacionados:

1 comentários:

  1. O Ex Prefeito Thiago Pessoa Filho Agiu Corretamente Para se Defender da Morte Iminente. Caso Contrário, Ele Seria a Vítima Dessa Tragédia e Ninguém Iria Dizer Nada. Uma Ação Justifica Sim Uma Reação Espontânea. Eu Faria o Mesmo Para me Defender, Ainda Bem Que Matou e Não Fugiu Como Um Covarde Foragido. Pelo Menos, Deveria Ser Detido Até 12 Anos de Prisão, 1/3 da Pena Em Regime Semiaberto, Bom Comportamento e Réu Primário.

    ResponderExcluir

AS MAIS LIDAS DA SEMANA