TRIBUNAL DE CONTAS DA PARAÍBA VAI FISCALIZAR PLANOS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO ~ Umbuzeiro Notícias

WHATSAPP

WHATSAPP
Fatos & Fotos

ELEIÇÕES 2016

Partidos de oposição em Umbuzeiro realizam convenção no dia 30 de julho

Os partidos de oposição em Umbuzeiro, formados pelas Comissões Provisórias Municipais do  PSB, PTC, PRB, PTN, PT do B, PPS e do Diretório M...

CLIQUE NA IMAGEM OU AQUI PARA LER MAIS TEXTOS

CLTR TV

Paraíba com memória

O que achou do site?

EM QUEM VOCÊ VAI VOTAR PARA O CONSELHO TUTELAR DE UMBUZEIRO

OBSERVAÇÃO

Onde se lê: 11 - MARLO leia-se: 11 - MARLON

45e8387f6c6b416e2178552f488f805c.html]

RÁDIO UMBUNET

RÁDIO UMBUNET
Clique e ouça pelo celular

ENQUETE: ELEIÇÕES 2016

6 de março de 2016

TRIBUNAL DE CONTAS DA PARAÍBA VAI FISCALIZAR PLANOS MUNICIPAIS DE EDUCAÇÃO


Acordo assinado pelos Tribunais de Contas dos Estados e o Ministério da Educação prevê medidas como transparência de recursos para os próximos dez anos.
O Ministério da Educação assinou, nesta quinta-feira (3), um acordo inédito com os tribunais de contas do Brasil para potencializar a fiscalização dos planos de educação no país. Esses planos, que têm força de lei, estabelecem metas para os próximos dez anos que abrangem diferentes modalidades de ensino e atingem das creches às universidades.
O presidente do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, conselheiro Arthur Cunha Lima, destacou que o acordo prevê, entre outras ações, a sanção de gestores públicos que não se comprometerem com as ações dos planos, a padronização da metodologia de fiscalização, e o estímulo à transparência em relação aos recursos investidos em educação. O acompanhamento será feito por 34 tribunais de contas de todo o país.
posse iIRB E ATRICONposse iIRB E ATRICON
A assinatura do termo de cooperação ocorreu nesta quinta-feira (3), no plenário do Tribunal de Contas da União (TCU), em Brasília, durante a solenidade de posse dos representantes do Instituto Rui Barbosa (IRB) e da Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon). Integram as novas diretorias da Associação de Membros dos Tribunais de Contas (Atricon) e Instituto Rui Barbosa (IRB), os conselheiros paraibanos, Arthur Cunha Lima, Fernando Rodrigues Catão e Fabio Nogueira.
Arthur Cunha Lima disse que as orientações do Ministério da Educação são de que a maior parte dos municípios brasileiros finalizou seus planos até julho de 2015, prazo estipulado. “Até o início de março, 22 estados e 5.482 municípios haviam sancionado os documentos. O próximo passo é concretizar as ações previstas, fase que já contará com fiscalização mais intensa”, disse.
O acordo, que também tem parceria com o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), é resultado de um evento realizado pelo MEC em junho de 2015 que debateu a fiscalização e o cumprimento das metas do Plano Nacional de Educação (PNE).
O conselheiro Arthur Cunha Lima ressaltou que o Tribunal de Contas do Estado tem a função de acompanhar a execução de programas e políticas públicas pelo poder Executivo.
Conheça o Plano
O Plano Nacional de Educação (PNE) determina diretrizes, metas e estratégias para a política educacional dos próximos dez anos. O primeiro grupo são metas estruturantes para a garantia do direito a educação básica com qualidade, e que assim promovam a garantia do acesso, à universalização do ensino obrigatório, e à ampliação das oportunidades educacionais. Um segundo grupo de metas diz respeito especificamente à redução das desigualdades e à valorização da diversidade, caminhos imprescindíveis para a equidade. O terceiro bloco de metas trata da valorização dos profissionais da educação, considerada estratégica para que as metas anteriores sejam atingidas, e o quarto grupo de metas refere-se ao ensino superior.
O Ministério da Educação se mobilizou de forma articulada com os demais entes federados e instâncias representativas do setor educacional, direcionando o seu trabalho em torno do plano em um movimento inédito: referenciou seu Planejamento Estratégico Institucional e seu Plano Tático Operacional a cada meta do PNE, envolveu todas as secretarias e autarquias na definição das ações, dos responsáveis e dos recursos. A elaboração do Plano Plurianual (PPA) 2016-2019 também foi orientada pelo PNE.
ASCOM/TCE-PB
o4/03/2016

Artigos Relacionados:

0 comentários:

Postar um comentário

AS MAIS LIDAS DA SEMANA