Mulher é presa em Umbuzeiro por exercer ilegalmente a profissão de enfermeira ~ Umbuzeiro Notícias

WHATSAPP

WHATSAPP
Fatos & Fotos

ELEIÇÕES 2016

CLTR TV

Paraíba com memória

CLIQUE NA IMAGEM OU AQUI PARA LER MAIS TEXTOS

O que achou do site?

EM QUEM VOCÊ VAI VOTAR PARA O CONSELHO TUTELAR DE UMBUZEIRO

OBSERVAÇÃO

Onde se lê: 11 - MARLO leia-se: 11 - MARLON

Partidos de oposição em Umbuzeiro realizam convenção no dia 30 de julho

Os partidos de oposição em Umbuzeiro, formados pelas Comissões Provisórias Municipais do  PSB, PTC, PRB, PTN, PT do B, PPS e do Diretório M...

45e8387f6c6b416e2178552f488f805c.html]

RÁDIO UMBUNET

RÁDIO UMBUNET
Clique e ouça pelo celular

ENQUETE: ELEIÇÕES 2016

15 de outubro de 2015

Mulher é presa em Umbuzeiro por exercer ilegalmente a profissão de enfermeira

Caso aconteceu na cidade de Umbuzeiro, no Agreste paraibano.
Mulher já tinha sido indiciada em 2012 por apresentar diploma falso.


Uma mulher foi detida nesta quinta-feira (15) suspeita de praticar ilegalmente o exercício de enfermagem. O caso aconteceu na cidade de Umbuzeiro, no Agreste paraibano. De acordo com o presidente do Conselho Regional de Enfermagem da Paraíba (Coren), Ronaldo Miguel, a mulher atuava em um hospital e no Samu de Umbuzeiro e ainda em um PSF da cidade de Natuba, também localizada no Agreste.
“Nós chegamos até ela após uma denúncia anônima. Ela estava exercendo a profissão irregularmente há mais de um ano e só agora conseguimos chegar até ela”, disse.
A mesma mulher já havia sido indiciada pela Polícia Federal em 2012, quando apresentou um diploma falso ao dar entrada no processo para conseguir o registro no Coren. Na ocasião, ela chegou a ser condenada por apresentação falsa de documento, segundo Ronaldo Miguel.
Mesmo sem ter conseguido fazer o registro, a mulher continuou tentando exercer a profissão, até conseguir atuar em Umbuzeiro, onde apresentou o protocolo de entrada no número do registro que ela havia feito em 2012. Segundo Ronaldo, um secretário municipal de Natuba começou a pedir o registro dela e ela só fazia prorrogar, o que gerou dúvidas no secretário.
“Nós já vinhamos investigando esse caso e quando eu entrei em contato com um secretário, ele me relatou o ocorrido. Sendo assim, fomos no local e constatamos que ela estava exercendo ilegalmente a profissão. Solicitamos o apoio da Polícia Militar para detê-la e agora a Polícia Federal é quem vai dar prosseguimento no processo”, finalizou.

Fonte: http://g1.globo.com/pb/paraiba/noticia/2015/10/mulher-e-presa-na-paraiba-por-exercer-ilegalmente-profissao-de-enfermeira.html

Artigos Relacionados:

0 comentários:

Postar um comentário

AS MAIS LIDAS DA SEMANA