MPPB, CGU e PM da Paraíba realizam operação para desarticular esquema de desvio de dinheiro público em prefeitura ~ Umbuzeiro Notícias

WHATSAPP

WHATSAPP
Fatos & Fotos

ELEIÇÕES 2016

CLTR TV

Paraíba com memória

CLIQUE NA IMAGEM OU AQUI PARA LER MAIS TEXTOS

O que achou do site?

EM QUEM VOCÊ VAI VOTAR PARA O CONSELHO TUTELAR DE UMBUZEIRO

OBSERVAÇÃO

Onde se lê: 11 - MARLO leia-se: 11 - MARLON

Partidos de oposição em Umbuzeiro realizam convenção no dia 30 de julho

Os partidos de oposição em Umbuzeiro, formados pelas Comissões Provisórias Municipais do  PSB, PTC, PRB, PTN, PT do B, PPS e do Diretório M...

45e8387f6c6b416e2178552f488f805c.html]

RÁDIO UMBUNET

RÁDIO UMBUNET
Clique e ouça pelo celular

ENQUETE: ELEIÇÕES 2016

21 de julho de 2015

MPPB, CGU e PM da Paraíba realizam operação para desarticular esquema de desvio de dinheiro público em prefeitura

 WSCOM Online

Desde as primeiras horas desta terça-feira (21), equipes do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público da Paraíba (MPPB) realizam, em parceria com a Controladoria Geral da União (CGU) e a Polícia Militar da Paraíba (PMPB), uma operação para combater o desvio de dinheiro público na Paraíba. A ação foi batizada de 'Monte Sinai' e tem como alvo a prefeitura do município de Monte Horebe, no Sertão paraibano, onde os desvios estariam sendo realizados.

Estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão em residências, escritórios e empresas que teriam ligação com o esquema nas cidades de Monte Horebe e Bonito de Santa Fé e em João Pessoa. Além disso, as equipes ainda estão cumprindo um mandado de busca e apreensão na sede da Prefeitura de Monte Horebe e cumprindo uma determinação do Tribunal de Justiça da Paraíba (TJ-PB) de afastamento da prefeita do município, Cláudia Aparecida Dias (Democratas), e do secretário municipal da Administração, Erivaldo Jacó de Sousa. Os dois estão impedidos de se aproximarem de prédios públicos do município pela distância mínima de 100 metros – essa medida também está sendo aplicada ao ex-prefeito Erivan Dias Guarita.
As investigações tiveram início há mais de três anos e fazem parte de um desdobramento da 'Operação Transparência', também realizada pelo Gaeco e que investigou esquemas de corrupção e fraudes em dezenas de municípios paraibanos. Em Monte Horebe, os desvios investigados pelo Ministério Público teriam ocorrido entre os anos de 2010 e 2012 e vão desde desvios de recursos públicos, que deveriam ser usados para a compra de alimentação, a obras de construção civil e na contratação ilegal de “funcionários fantasmas”.
O nome da operação, 'Monte Sinai', é uma referência ao nome da cidade paraibana onde os desvios de recursos público estavam acontecendo. O Monte Sinai, conhecido também como Monte Horebe, está situado no sul da península do Sinai, no Egito. O lugar é sagrado para os cristãos por ser, segundo a tradição cristã, o lugar onde Moisés teria recebido a tábua dos dez mandamentos.
Mais informações sobre a operação e outros detalhes serão concedidos durante uma entrevista coletiva a ser realizada às 10h desta terça-feira (21), na sede da Procuradoria Geral de Justiça (PGJ), em João Pessoa.

Artigos Relacionados:

0 comentários:

Postar um comentário

AS MAIS LIDAS DA SEMANA