Tribunal de Contas manda Governo da Paraíba demitir cerca de 9,5 mil pessoas ~ Umbuzeiro Notícias

WHATSAPP

WHATSAPP
Fatos & Fotos

ELEIÇÕES 2016

CLTR TV

Paraíba com memória

CLIQUE NA IMAGEM OU AQUI PARA LER MAIS TEXTOS

O que achou do site?

EM QUEM VOCÊ VAI VOTAR PARA O CONSELHO TUTELAR DE UMBUZEIRO

OBSERVAÇÃO

Onde se lê: 11 - MARLO leia-se: 11 - MARLON

Partidos de oposição em Umbuzeiro realizam convenção no dia 30 de julho

Os partidos de oposição em Umbuzeiro, formados pelas Comissões Provisórias Municipais do  PSB, PTC, PRB, PTN, PT do B, PPS e do Diretório M...

45e8387f6c6b416e2178552f488f805c.html]

RÁDIO UMBUNET

RÁDIO UMBUNET
Clique e ouça pelo celular

ENQUETE: ELEIÇÕES 2016

2 de abril de 2015

Tribunal de Contas manda Governo da Paraíba demitir cerca de 9,5 mil pessoas

O Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) decidiu ontem, por unanimidade, manter a decisão da Segunda Câmara do órgão, que determinou ao Governo do Estado a demissão de 9,5 mil “codificados” da área de Saúde – servidores sem nenhum vínculo com o Estado e que recebem seus salários mediante a apresentação do número do CPF-, dentro de um prazo de 120, a ser contado a partir da publicação do acórdão contendo esta última decisão, que poderá ser cumprido mediante a celebração de um Termo de Ajustamento de Gestão (TAG), previsto para ser celebrado na próxima semana.



A decisão foi tomada pela Corte ao julgar o segundo embargo de declaração oposto pelo Governo para modificar a decisão da Segunda Câmara, tomada em março de 2013, para que a Secretaria de Saúde do Estado regularizasse mediante concurso público, o quadro de pessoal da Pasta, constituído em sua maioria por “codificados”, mas estava suspensa devido à interposição dos recursos.

O conselheiro André Carlo Torres Pontes, que atuou com relator do caso, decidiu remeter cópias dos autos ao conselheiro Nominando Diniz, que é relator das contas da Secretaria de Saúde do Estado dos exercícios de 2013, 2014 e 2015, para que tome as providências cabíveis para que sejam sanadas as irregularidades.

Portal do Litoral PB

Com Jornal Correio da Paraíba.

Artigos Relacionados:

0 comentários:

Postar um comentário

AS MAIS LIDAS DA SEMANA