Preso com 9 mil em notas falsas, em interrogatório, disse que usava arma para defender sua propriedade rural em Umbuzeiro/PB ~ Umbuzeiro Notícias

WHATSAPP

WHATSAPP
Fatos & Fotos

ELEIÇÕES 2016

CLTR TV

Paraíba com memória

CLIQUE NA IMAGEM OU AQUI PARA LER MAIS TEXTOS

O que achou do site?

EM QUEM VOCÊ VAI VOTAR PARA O CONSELHO TUTELAR DE UMBUZEIRO

OBSERVAÇÃO

Onde se lê: 11 - MARLO leia-se: 11 - MARLON

Partidos de oposição em Umbuzeiro realizam convenção no dia 30 de julho

Os partidos de oposição em Umbuzeiro, formados pelas Comissões Provisórias Municipais do  PSB, PTC, PRB, PTN, PT do B, PPS e do Diretório M...

45e8387f6c6b416e2178552f488f805c.html]

RÁDIO UMBUNET

RÁDIO UMBUNET
Clique e ouça pelo celular

ENQUETE: ELEIÇÕES 2016

24 de fevereiro de 2015

Preso com 9 mil em notas falsas, em interrogatório, disse que usava arma para defender sua propriedade rural em Umbuzeiro/PB

Do Diário de Pernambuco via Blog Casinhas Agreste

Dois suspeitos presos com mais de R$ 9 mil em notas falsas no Agreste

Dois homens foram detidos no município de Agrestina, Agreste de Pernambuco, com mais de R$ 9 mil em notas falsificadas. As prisões aconteceram na sexta-feira e no sábado passados pela Polícia Miltar. Os suspeitos foram encaminhados para a Delegacia da Polícia Federal, em Caruaru e de lá para a Penitenciária Juiz Plácidos de Souza em Caruaru, onde ficarão à disposição da Justiça Federal.
No primeiro caso, um comerciante foi preso em flagrante com 90  cédulas de R$ 100, além de munições de calibre 44. Luiz Fabiano Ferreira, de 38 anos, foi detido por políciais militares do 4º BPM que receberam denúncias sobre o  integrante de uma quadrilha que estaria circulando armado e planejando assaltos e introdução de cédulas falsas em Agrestina e outras localidade no Agreste e Sertão.



Assista a reportagem em: http://g1.globo.com/pe/caruaru-regiao/abtv-1edicao/videos/t/edicoes/v/policia-apreende-r-9-mil-em-notas-falsas-dentro-de-um-bar-em-agrestina/3987376/

Ainda de acordo com as informações, o suspeito seria dono de um bar, na BR-104, onde guardaria produtos do roubo e realizava transações criminosas. Na manhã da sexta-feira passada, os PMs chegaram ao local, onde encontraram as notas falsas com a mesma alfa numeração BD000522656, onze munições calibre 44 e  uma motocicleta Honda/NXR 150 Bros, ano 2013, cor preta, calibre PGT-6774, com lacre da placa rompido.
Luciano recebeu voz de prisão em flagrante e foi autuado por guardar moeda falsa e ter em depósito e manter sob guarda munição, de uso permitido, sem autorização e em desacordo com determinação legal ou regulamentar. Caso seja condenado, ele poderá pegar penas de três a 16 anos de reclusão.

De acordo com a policia, ele já possuia antecedentes criminais. Responde a vários processos pelos crimes de porte ilegal de arma de fogo, tentativa de homicídio, roubo e assalto - sendo processado e condenado há 12 anos de prisão. No interrogatório, Luiz informou que possuía a munição para defender sua propriedade rural em Umbuzeiro, na Paraíba, da ação de ladrões de gado. Ele negou ser dono do dinheiro, mas não quis informar o nome do real proprietário.  No segundo caso, registrado na tarde do sábado passado, policiais militares do 4º Batalhão, localizado em Caruaru, prenderam em flagrante o mecânino paulista Johonatan Monteiro Malta, morador de Agrestina. A polícia havia recebido denúncias sobre um suspeito que havia passado notas falsas durante o carnaval e que estaria aplicando o mesmo golpe no comércio de Agrestina.

Chegando ao bairro de Mutirão, os PMs abordaram o suspeito. Na carteira dele foram encontradas três cédulas de R$ 20 falsas. Jhonatan recebeu voz de prisão em flagrante e poderá pegar penas de três a 12 anos de reclusão. Das três notas, duas tinham a mesma alfa-numeração AJO51336619 e a terceira a alfa-numeração BC022150923;

No interrogatório, ele informou que as notas falsas não lhe pertenciam e que estaria no local para entregar o dinheiro ao veradeiro proprietário. No entanto, a versão foi descartada pela polícia.
De acordo com a Polícia Federal, se uma pessoa recebe uma nota falsa quase sempre vai ter de arcar com o prejuízo, porque não existe uma legislação que garanta a troca por dinheiro verdadeiro. Se o saque for feito em caixa eletrônico, a recomendação é que o consumidor tire um extrato que comprove o saque e procure o gerente da agência afim de que possa haver um entendimento mútuo acerca do ressarcimento dos valores. Quem receber uma nota falsa nunca deve passá-la adiante com o objetivo de livrar-se do prejuízo – pois poderá ser preso em viretude de incorrer no mesmo crime. A nota falsa deve ser entregue a um banco, que a encaminhará ao Banco Central ou procurar a Polícia Federal.

No ano passado, em Pernambuco, foram realizadas seis apreensões significativas de notas falsas, totalizando R$ 9.805 e a prisão de sete pessoas.

Confira as dicas da Polícia Federal:

CONHECIDO MÉTODO “TOCAR – OBSERVAR – INCLINAR”. Este método permite identificar um grande número de notas falsas percebendo se a textura da nota é diferente do normal e se os elementos de segurança são visíveis pela observação da nota em contraluz ou através da sua inclinação.

SIGA ALGUMAS ORIENTAÇÕES TAIS COMO:
1. CONHEÇA BEM A NOTA VERDADEIRA: Geralmente pessoas que lidam diariamente com dinheiro, como os caixas de banco e comerciantes, sabem facilmente identificar uma nota falsa - essa experiência em manusear diariamente o dinheiro verdadeiro faz com que eles se tornem especialistas em identificar notas falsas.
2.COMERCIANTE: NÃO TENHA PRESSA NO ATENDIMENTO: Geralmente essas notas são passadas em locais de grande concentração de pessoas, feiras, lojas, supermercados, comércio ambulante, e muitas vezes a pressa do comerciante para atender um maior número de clientes faz com que ele não tome o devido cuidado em verificar a nota que está recebendo.
3-VERIFIQUE SE AS NUMERAÇÕES DAS NOTAS NÃO SÃO IGUAIS: Ao receber duas notas de igual valor verifique se as numerações não são iguais, os falsários não costumam fazer notas falsas com numeração diferente porque isso acarreta em custos com impressão por ter que mudar a matriz da impressão.
4. OBSERVE A TEXTURA DA NOTA: Outra cautela que pode ser tomada é reparar na textura do papel das notas que estão sendo recebidas, as notas falsas tendem a ser lisas, enquanto as notas verdadeiras são ásperas e possuem um alto relevo e saliência nos itens de segurança que pode ser percebido pelo tato. Sinta com os dedos o papel e a impressão.
5. OBSERVE A IMPRESSÃO DA NOTA - Nas cédulas legítimas, as tonalidades de cores são firmes – as notas falsas têm cores com pouca nitidez e costuma haver borramento das cores.
6. VERIFIQUE A MARCA DÁGUA COLOCANDO A NOTA CONTRA A LUZ.
7. NO CASO DE DÚVIDA, COMPARE A NOTA SUSPEITA COM UMA NOTA VERDADEIRA.
8. BAIXE O APP GRÁTIS “DINHEIRO BRASILEIRO” NO SEU SMARTPHONE - O aplicativo que foi desenvolvido pelo Banco Central não analisa a autenticidade da cédula, apenas ajuda a identificar e conhecer os itens de segurança.


Fonte: www.casinhasagreste.com.br/2015/02/homem-preso-com-9-mil-em-notas-falsas.html

Artigos Relacionados:

0 comentários:

Postar um comentário

AS MAIS LIDAS DA SEMANA